Jesus ama as crianças

Jesus ama as crianças

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

O Prêmio



Estudo de Célula para Crianças

Recepção: Receba seus discípulos com alegria, conheça os visitantes, incentive a trazerem seus amigos para compartilharem desta comunhão.

Momento de oração: Ore e agradeça a Deus, abençoando aos presentes, suas famílias e os que faltaram. Ore pela cadeira vazia e incentive as crianças a trazerem seus amigos na próxima semana.

Cânticos e Oferta:

Captando a atenção:

Principio Bíblico: "Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis." I Coríntios 9:24

Introdução: Estamos em época de Copa do Mundo. Todo o País está mais verde e amarelo do que nunca. Por onde passamos vemos ruas, casas, lojas enfeitadas com bandeirinhas, bandeironas, balões. As pessoas caminham nas ruas em um verdadeiro desfile com as cores da bandeira brasileira, até mesmo eu e você, não é verdade? Parece que o Brasil nunca foi tão brasileiro. Em dia de jogo da Seleção o país pára diante da televisão.

Cerca de 180 milhões de pessoas ansiosas esperam... o quê?!
Trinta e duas Seleções de inúmeros países deste planeta lutam, com todas as suas forças, em busca de uma vitória e, quem conseguir chegar à final, a uma taça, o título de campeão do mundo no futebol.

Mensagem: O apóstolo Paulo não conheceu uma copa do mundo, mas conhecia corridas e utilizou o exemplo do atleta que corre no estádio, em busca de uma vitória, para ensinar ao povo de Corinto que precisavam buscar, com perseverança, trabalho, esforço e fé o maior de todos os prêmios: a salvação.

Ele diz que, de todos os que correm no estádio, só um alcança o prêmio. Não há prêmio para segundo lugar, nem terceiro ou quarto, nem prêmio de consolação para criança que fica chorando porque perdeu ou que saiu machucado na disputas, ou para aquele que, até se esforçou, mas não conseguiu.

Quem vence? Quem ganha o prêmio?

No versículo 25, Paulo diz: Aquele que persevera, que se esforça, que traça uma meta e a persegue até o fim, que não se deixa enganar pelo meio do caminho, mas que tem disciplina e não se deixa enganar pelo pecado, para não ser desclassificado.

Isso não parece com o que temos visto esses dias na televisão? Homens que, diariamente, passam horas de treino, alimentação controlada, concentração, jogos nervosos, muita competição e, no final, as derrotas que levam à desclassificação? E as vitórias tão esperadas, festejadas. Seleções que voltam para casa frustradas, porque não conseguiram atingir suas metas, não conquistaram a vitória máxima e não levarão para seus países a tão sonhada taça do mundo. E outras que continuam na disputa, esperando passar para as finais, inclusive nós.

Crianças, vocês não acham que é muito empenho por uma coisa que é passageira? Paulo fala da conquista de um prêmio que ninguém poderá nos tirar, que é a vida eterna ao lado do Pai. E não é só isso. Esse prêmio não é só para a eternidade. Se vencermos o jogo contra o mundo e o inferno, não deixando o pecado entrar em nossas vidas, vamos viver, nesta Terra, as promessas de Deus para nós: dias tranqüilos e sossegados, vivendo em excelência, desfrutando da presença do Seu Espírito Santo, vendo os Seus milagres, prodígios e maravilhas em nós, caminhando em santidade na presença do Pai, sendo carregadores da Sua glória.

Fantástico, não é? É muito mais valioso do que um título que passa e a cada quatro anos temos que lutar de novo para conseguir. Esse prêmio é para os corajosos, os fortes, os perseverantes, os que têm fé.

É gostoso vermos uma vitória da Seleção brasileira e será muito bom se formos hexacampeões, mas isso não pode ser mais importante do que buscarmos a maior de todas as vitórias: a do santo que persevera em andar em santidade, vencendo todos os dias o inferno e fazendo gol contra o diabo e o pecado.

AMÉM, CAMPEÃO?



Texto da Palavra: Pastores Luiz e Regina Vasconcelos - MIR

Roteiro, dinâmicas e atividades: Missionária Adriana Lopes - MIMS

fonte: montesiao.pro.br


0 comentários:

Postar um comentário

"Este blogue respeita todos os seus leitores... sua presença é fundamental para o sucesso deste blog".
Agradeço pelo seu comentário!"